Notícias

Missão Amazônia: estudantes de medicina da Ages participam de experiência humanitária no Rio Tapajós, no Pará

Em uma jornada de 10 dias pelas margens do Rio Tapajós, alunos e professores de medicina da Inspirali, principal ecossistema de educação médica do país do qual a Ages faz parte, voltam a levar atendimento de saúde às comunidades de Santarém, com expectativa de atender cerca de 2 mil pessoas, potencializando a atuação do SUS – Sistema Único de Saúde na região. A 6ª edição da Missão Amazônia tem início no dia 18 de abril e contará com 31 alunos de sete escolas, que embarcam junto à equipe de especialistas no Navio Hospital Escola Abaré, da UFOPA (Universidade Federal do Oeste do Pará).A Missão consiste em levar consultas ginecológicas, pediátricas, cirurgias ambulatoriais e atendimentos de saúde da família em geral, com diversas especialidades, buscando melhorar a qualidade de vida da comunidade local. Haverá, ainda, atendimentos por teleconsulta em parceria com as CIS (Clínicas Integradas de Saúde), da Inspirali, e a utilização de um Prontlife (Prontuário Eletrônico do Paciente), que atua na captação, armazenamento e gestão de dados para interoperabilidade de informações com o e-SUS.A novidade desta edição é o início de um processo de territorialização das comunidades ribeirinhas. Este mapeamento tem como objetivo analisar a situação de saúde e condições de vida da população local, identificar riscos, vulnerabilidades e potencialidades para que, futuramente, dentro da política do SUS, seja possível intervir de forma mais assertiva nos problemas de saúde e necessidades da região.“Temos dois objetivos muito importantes com as Missões: levar atendimento para comunidades que, por questões geográficas, têm dificuldades em receber assistência médica especializada e levar estudantes para esta experiência de atuarem, de forma consciente e supervisionada, em uma realidade totalmente diferente daquela que vivenciam em suas universidades. É um aprendizado que levarão para o resto da vida e proporcionará uma atuação ainda mais comprometida e humanizada em suas carreiras”, destaca Rodrigo Dias Nunes, diretor médico da regional sul da Inspirali.Pela primeira vez na Missão Amazônia, Breno Lacerda, aluno do 12º período de Medicina da Faculdade Ages em Jacobina, fala da sua expectativa. “Estou ansioso para embarcar nessa jornada! Chegando ao final da graduação, me senti contemplado em poder fazer parte da Missão Amazônia representando a Faculdade Ages em Jacobina. É uma oportunidade única de impactar vidas e fazer a diferença em uma das regiões mais desafiadoras e incríveis do mundo. Que esta experiência seja repleta de aprendizado, solidariedade e gratidão por poder servir e cuidar daqueles que mais precisam. Espero que meus esforços durante toda missão tragam alívio e esperança para quem mais necessita”, pontua Breno.A ação é uma atividade prática e de extensão universitária ao currículo da Inspirali em que participam estudantes a partir do quarto ano de graduação e que já possuem histórico em ações voluntárias. Esta edição contará com a participação de alunos das universidades AGES Irecê e Jacobina (BA), FASEH (MG), Universidade Anhembi Morumbi – Piracicaba e São José dos Campos (SP), UNIFG Guanambi (BA) e UNISUL Tubarão (SC).Os estudantes são selecionados por meio de um criterioso processo realizado pelos coordenadores do curso e do projeto e envolve análise de conduta às situações problemas e entrevista. Além disso, antes de iniciarem o atendimento, os estudantes participam de três capacitações internas.Nas últimas edições, a Missão Amazônia reuniu mais de 180 estudantes de Medicina orientados por 24 professores com mais de 8 mil atendimentos nas regiões de Belterra, Aveiro e Santarém. A Inspirali organizou recentemente sua primeira Missão internacional, em Benin, quinto país mais pobre do continente africano. Lá, foram atendidas cerca de 3 mil pessoas em 10 diferentes vilarejos.Navio Hospital Escola AbaréO navio-hospital Abaré, que leva a expedição, pertence à UFOPA e possui estrutura para atendimento clínico e odontológico. São quatro consultórios, sala para pequenas cirurgias e estrutura de laboratório para análises clínicas e radiografias, além de acomodações para os integrantes da Missão. A embarcação, de baixo calado, é própria para navegar em rios mais rasos, o que lhe permite chegar a mais comunidades e será utilizada em todas as expedições do projeto. Ao todo, a embarcação acomoda 55 pessoas, entre passageiros e tripulação.

Crédito: Rapha Martinez – Divulgação Inspirali

Avatar

alison noticias

About Author

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

Notícias

Mais uma edição do Bahia Gospel, dessa vez foi no povoado de Lages do Batata

Ocorreu neste sábado, 24 de Agosto, mais uma edição do projeto Bahia Gospel na Praça. Dessa vez , foi realizado
Notícias

Governo do Estado inaugurará dia 13 de Setembro Policlínica em Jacobina

O Governo do Estado da Bahia adiou para o dia 13 de setembro a inauguração da policlínica de Jacobina. A